PMNAS

Corregedoria inocenta PM's que mataram ex-vereador após festa; Pol√≠cia Civil continua investigação

Dinho Vital foi atingido por disparos de arma de fogo após uma briga generalizada durante a festa de anivers√°rio de 59 anos de Anast√°cio.

Por Midia NAS em 10/06/2024 às 21:17:28
Ex-vereador de Anastácio, Dinho Vital, foi baleado na BR-262. ¬- Foto: Reprodução/Aquidauana News

Ex-vereador de Anastácio, Dinho Vital, foi baleado na BR-262. ÔŅĹ- Foto: Reprodução/Aquidauana News

A Corregedoria da Pol√≠cia Militar decidiu inocentar os policiais militares Valdeci Alexandre da Silva Ricardo e Bruno Cesar Malheiros dos Santos pelo crime de homic√≠dio do qual foram indiciados pela morte do ex-vereador Wander Alves Meleiro, conhecido como Dinho Vital, de 40 anos, em Anast√°cio (MS). Os dois estão presos desde 17 de maio.

Dinho era suplente do vereador Professor Aldo (PDT) e morreu após ser atingido pelos disparos do policiais militares que estavam de folga, na tarde do dia 8 de maio, na BR-262, após uma briga generalizada durante a festa de anivers√°rio de 59 anos da cidade.

Durante as investigações, foram ouvidas 35 pessoas e analisadas imagens de câmeras de segurança do local onde estavam os envolvidos no dia da morte. Com base nisso, a corregedoria definiu que os dois policiais atiraram em Dinho Vital durante "o estrito cumprimento de um dever legal - o de defender os convidados de uma festa em Anast√°cio de um homem armado - e por isso, decidiram pela excludentes de ilicitudes na ação deles".

À reportagem, o advogado da dupla garantiu que vai entrar com pedido de soltura imediata de ambos, j√° que não h√° razão legal para mant√™-los na cadeira.

Apesar de a corregedoria ter encerrado as investigações sobre a morte de Dinho Vital, o Minist√©rio P√ļblico de Mato Grosso do Sul, atrav√©s do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), continua a apuração do caso. Como isso ocorre em sigilo, a reportagem não teve acesso as informações j√° apuradas.

O advogado dos militares tamb√©m afirmou não ter detalhes da investigação policial.

Fam√≠lia deu outra versão

Marilene e Dinho, com os filhos. ¬- Foto: Arquivo pessoal

Marilene e Dinho, com os filhos. ÔŅĹ- Foto: Arquivo pessoal

Tags:   Polícia
Comunicar erro
Camara Municipal de NAS

Coment√°rios

Publicidade 728x90 2 Camara Vol 2