PMNAS

Arsenal se vinga do West Ham com massacre de 6 a 0 e se mantém na briga pelo título do Inglês

A briga pelo título do Campeonato Inglês continua acirrada.

Por Midia NAS em 11/02/2024 às 13:46:32
A briga pelo título do Campeonato Inglês continua acirrada. Neste domingo, o Arsenal se vingou do West Ham em grande estilo. Eliminado pelos oponentes na Copa da Liga Inglesa e surpreendido no primeiro turno, a equipe de Mikel Arteta foi até o Estádio Olímpico de Londres e arrasou, com goleada imponente de 6 a 0 para seguir na cola de Manchester City e Liverpool.

Saka anotou duas vezes e foi um dos destaques, além de Declan Rice, ex-jogador do West Ham, que deixou sua marca e ainda distribuiu duas assitsências. O zagueiro brasileiro Gabriel Magalhães também foi as redes.

Com a surra, o Arsenal subiu aos mesmos 52 pontos do Manchester City, o segundo colocado, que ainda tem um jogo a menos. O líder Liverpool está com 54 após a realização da 24ª rodada. O próximo jogo será novamente fora de casa, sábado, em visita ao Burnley.

O Arsenal entrou no gramado do Estádio Olímpico de Londres ciente das vitórias de Liverpool e Manchester City, no sábado. Para não deixar os principais concorrentes ao título abrirem vantagem, tinha de se impor e derrubar um rival do qual perdeu nos últimos dois encontros, sofrendo cinco gols - levou 2 a 0 no Emirates Stadium pelo Inglês e foi eliminado da Copa da Liga Inglesa com 3 a 1.

A sofrida eliminação, na qual acabou totalmente envolvido, parecia viva na mente dos comandados de Mikel Arteta e a postura, assim que o árbitro apitou, foi de ataque total. Buscando o gol a todo momento, o Arsenal fez uma enorme pressão, com Saka e Martinelli sempre causando perigo.

Aos 23 minutos, pouco depois de Trossard cabecear pelo alto, Areola fez milagre em novo finalização do atacante, agora dentro da área. O goleiro voou para desviar com uma das mãos e evitar o gol do Arsenal.

Com seu time todo dominado, a torcida do West Ham optou por ficar perseguindo Declan Rice, ex-jogador do clube, vaiando-o o tempo todo. Cantaram até música ao ex-capitão, dizendo que ele "devia ir para um clube melhor". A provocação custou caro. O massacre do Arsenal se transformou em vantagem no placar aos 31 minutos após cobrança de escanteio de Rice, na cabeça do zagueiro Saliba.

Pouco depois, lançamento longo para Saka, parado somente com falta, dentro da área. Após consulta ao VAR, o pênalti foi confirmado e o próprio atacante assumiu a cobrança. Bateu com categoria e ampliou para 2 a 0. 50º gol com a camisa do Arsenal.

Antes do intervalo, a goleada estava estabelecida, com mais um gol pelo alto e outro no ângulo. Aos 42, Rice cobrou falta com perfeição, desta vez para cabeçada do zagueiro brasileiro Gabriel Magalhães. Nos acréscimos, Trosssard aproveitou a roubada de bola e bateu com categoria.

O jogo que prometia ser complicado aos visitantes, se transformou em surra com três gols em intervalo de 14 minutos. Boa parte da torcida que lotava o estádio se foi antes mesmo da chegada do intervalo.

O Arsenal voltou do intervalo em ritmo de treino. Mesmo assim, comandando todas as ações. Em linda troca de passes, Saka, um dos destaques da goleada, recebeu de Odegaard, passou fácil pelo zagueiro e anotou pela segunda vez na partida, Aso 17 minutos.

Aos 20, para a festa ser completa, Declan Rice mandou uma bomba de fora da área e marcou o sexto. Mesmo sendo perseguido e vaiado, mostrou respeito ao ex-clube ao não festejar. Com o gol, Arteta optou por preservar suas principais peças, dando descanso para o meia, além de Saka e Trossard.

Daí até o final, o Arsenal apenas fez o tempo passar nos minutos finais, administrando a posse de bola, enquanto o West Ham tentou, em vão, o gol de honra.

Tags:   Esporte
Comunicar erro
Camara Municipal de NAS

Comentários

Ju Modas 2